Detalhes

Palestra debate técnica de fundação usada em 60% das obras

Publicado em 05 de setembro de 2019 às 12:32, com última atualização em 05 de setembro de 2019 às 13:04

Profissionais engenheiros, geólogos e tecnólogos do Sistema Confea/Crea/Mútua participaram da palestra “Fundações em Estacas em Hélice Contínua – Projeto, Execução e Desempenho”.

O evento foi realizado nesta quinta-feira (29/08), no auditório do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (Crea-ES). O evento promoveu e estimulou ações de desenvolvimento tecnológico relacionados à engenharia.

CLIQUE AQUI e confira todas as fotos da palestra!

O evento foi uma realização do Crea-ES, com apoio da Associação Brasileira de Engenheiros Civis do Espírito Santo (Abenc-ES), da Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (ABMS), do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Espírito Santo (Senge-ES) e da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea-ES (Mútua-ES).

Palestrante

A palestra foi ministrada pelo engenheiro civil Uberescilas Fernandes Polido, atual presidente da AMBS-ES e professor titular da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Na programação, foram apresentados métodos de capacidade de carga, aspectos executivos, avaliação de desempenho, casos de obras e questões sobre a Prática Brasileira.

“O tema da palestra é importante porque, atualmente, 60% das obras utilizam estaca em hélice contínua. A tecnologia está em evolução a cada dia com o surgimento de novas técnicas e equipamentos mais modernos, que possibilitam a capacitação do profissional na execução, no orçamento ou na fiscalização deste método”, disse o engenheiro civil Uberescilas Fernandes Polido.

Polido é autor e co-autor de diversos artigos científicos, dentre eles, As Encostas Urbanas: análise e proposta de metodologia para enfrentar o problema em Vitória; Características de compressibilidade de argilas arenosas moles; Comportamento de estacas tubadas injetadas a alta pressão; Resistência ao cisalhamento de um solo não saturado da Formação Barreiras, Espírito Santo; Índices físicos de solos salinos; Provas de carga à tração em estacas-raízes engastadas em rocha; Influência da fração arenosa em argilas no adensamento e Algumas características de adensamento das argilas marinhas de Vitória-ES.

Outras Presenças

O gerente de Relacionamento Institucional, engenheiro eletricista Henrique Zimmer, representou o Crea-ES no evento. Na ocasião, destacou a importância da valorização do profissional. “Nossa missão com essas iniciativas, é promover conhecimento aos profissionais para que estejam habilitados para executar bons trabalhos para a sociedade”, ressaltou.

Para o presidente da Abenc-ES, engenheiro civil Walter de Aguiar Filho, o trabalho das entidades é fundamental para contribuição na rotina dos profissionais. “Os eventos renovam os conhecimentos técnicos na área da engenharia. Com isso, ampliamos o mercado de trabalho para por meio das atividades desenvolvidas pela associação, agregando valor as atribuições em suas profissões”, enfatizou.


Clique aqui para voltar