Detalhes

Relatório de Gestão do Crea-ES é apresentado na 1.062ª Sessão Plenária Ordinária

Publicado em 10 de julho de 2019 às 17:01, com última atualização em 10 de julho de 2019 às 17:02

Conselheiros do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (Crea-ES) se reuniram nesta terça-feira (09) para a realização da 1.062ª Sessão Plenária Ordinária. Foi apresentado o Relatório de Gestão de 2018, que recebeu elogios dos presentes. Houve ainda os relatos de Coordenadores de câmaras, que participaram das reuniões de Coordenadorias Nacionais, além de apresentação de representante da Apea-ES.

A sessão também contou com a palestra da Gerente de Comunicação e Relações Institucionais da ArcelorMittal, Jenifer Oliva Coronel. O tema “A Dessanilização no Enfrentamento dos Cenários Futuros de Escassez Hídrica” levou o Plenário do Crea-ES ao debate, com perguntas e considerações de Conselheiros da entidade. A presidente do Conselho, engenheira civil Lúcia Vilarinho, parabenizou a Gerente da ArcelorMittal pelo conteúdo da palestra.

Apea-ES

O Conselheiro pela Apea-ES, engenheiro ambiental Filipe Machado realizou uma apresentação onde foram pontuadas as ações recentes da Associação. O Conselheiro relatou as boas práticas de gestão, com foco na defesa profissional e na geração de empregos e oportunidades para os engenheiros.

Em 2017, a Apea-ES obteve a homologação no Sistema Confea/Crea se tornando entidade de classe e atualmente possui 2 cadeiras na Plenária do Crea-ES. Em sua fala, Filipe afirmou: “a Engenharia Ambiental é um termômetro da Engenharia. Quando ocorrem investimentos nas áreas de Engenharia, a Engenharia Ambiental cresce em número de oportunidades de empregos e serviços ambientais”, destacou.

COR/CEP

O Coordenador do 10º Congresso Estadual de Profissionais (CEP), engenheiro eletricista e de segurança do trabalho Rogério do Nascimento Ramos, fez uma breve exposição sobre os resultados do Congresso aos Conselheiros. “A Comissão agradece a todos que contribuíram para o sucesso do CEP, mostrando o compromisso de revitalizar a Engenharia, a Agronomia e as Geociências”, ressaltou.

O Conselheiro do Crea-ES e coordenador da Câmara Especializada de Agronomia (CEAGRO), engenheiro agrônomo Rosemberg Bragança, também fez uma exposição sobre sua viagem à Goiás, onde acompanhou as discussões de sua Câmara e conheceu de perto a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e suas atividades.

Da mesma forma, o Coordenador Nacional das Câmaras Especializadas de Engenharia Industrial no Confea e Conselheiro do Crea-ES, engenheiro mecânico Marcos Adriany, relatou sua ida à Brasília, durante a reunião da Câmara, em Brasília. O mesmo aconteceu com a Coordenadora da Comissão de Educação e Atribuição Profissional (Ceap-ES), Iara Pinheiro, que falou sobre a padronização de cursos de Engenharia e Agronomia, mesma comunicação feita pela Conselheira e engenheira de minas e de segurança do trabalho, Adriana di Spirito.



Clique aqui para voltar