Detalhes

GT vai fiscalizar o exercício da engenharia no poder público

Publicado em 11 de abril de 2019 às 17:55, com última atualização em 12 de abril de 2019 às 18:02

O Grupo de Trabalho (GT) de Fiscalização do Exercício da Engenharia no Poder Público do Crea-ES iniciou suas atividades nesta quinta (11). O objetivo do Grupo é garantir o adequado exercício da engenharia no poder público e revogar a função de atividades na área em desacordo com a legislação.

Na reunião, realizada na sede do Crea-ES, foram discutidas propostas e estratégias que impeçam o exercício ilegal da profissão de engenheiro no poder público. Na ocasião o colegiado aprovou ainda o calendário de reuniões. O coordenador e o coordenador adjunto também foram definidos.

O conselheiro do Crea-ES, engenheiro eletricista Marconi Pereira Fardin, vai assumir a coordenação. “Temos encontrado servidores não habilitados para exercer a função de engenheiro. Então a gente quer trabalhar para organizar o exercício de engenharia no poder público”, explicou.

A coordenação adjunta ficou a cargo do engenheiro civil Gilson Calegari Filho.   “O motor que move esse GT de fiscalização é a valorização profissional. A falta de fiscalização é o que faz a nossa classe ser desvalorizada”, comentou.

Próxima reunião

Já está marcada a data da segunda reunião do GT de fiscalização do Crea-ES. O próximo encontro irá acontecer no dia 9 de maio, às 9h da manhã.

Leia mais:

Crea-ES, Governo do Estado e entidades da área tecnológica irão integrar comitê para debater obras públicas no ES

Em visita técnica, Crea-ES reforça importância de manutenção periódica de pontes

Crea-ES defende manutenção preventiva de Pontes na Grande Vitória


Clique aqui para voltar